Hungria: Klub Rádio vai ganhar novo concurso de licença?

por LMn

A Klub Rádio, estação de rádio de esquerda que saiu do ar em meados deste mês de Fevereiro (ainda está disponível online) parece provável que ganhe o novo concurso de licença para a sua frequência anterior, uma vez que as candidaturas de ambas as empresas de comunicação social que concorreram tentaram pela frequência foram rejeitadas em Dezembro passado. Ambas teriam desistido das suas tentativas de recurso contra a decisão tomada pela Autoridade para os Meios de Comunicação Social.

No semanário de direita (extrema) Magyar Demokrata,o comentador László Szentesi Zöldi pensa que o proprietário da Klub Rádio criou um hype mediático e sugeriu que a sua estação de rádio foi vítima de um ataque político. O seu verdadeiro objectivo, afirma o comentador de direita, era desviar a atenção do simples facto de ter falhado em duas ocasiões em apresentar os documentos exigidos por lei.  Como resultado, a Autoridade para os Meios de Comunicação Social não pôde renovar automaticamente a concessão da Klub Rádio. O comentador acredita que a Autoridade para a Comunicação Social fez exactamente o que a lei exigia, e teria violado os regulamentos se, em vez de seguir as regras, tivesse oferecido “tratamento preferencial” à Klub Rádio.

Ferenc Brém-Nagy, no diário pró-governamental Magyar Hírlap, espera que a ‘novela histérica’ sobre a Klub Rádio chegue brevemente ao fim, uma vez que todas as outras propostas foram retiradas, pelo que é provável que a Klub Rádio recupere a sua antiga frequência de rádio 92,9 FM. O colunista pró-governamental pensa que o regresso do Club Rádio irá refutar a oposição infundada e absurda e as alegações da UE de interferência governamental na liberdade dos media.

Num editorial de primeira página, o semanário da oposição Magyar Narancs afirma que todo o tumulto sobre a Klub Rádio foi musculado para demonstrar que os media húngaros estão à mercê da Autoridade para os Media, que está ao serviço da Fidesz.

O semanário liberal sugere que a Klub Radio não é uma ameaça à Fidesz, uma vez que o seu público alvo são determinados eleitores da oposição cujas simpatias não mudariam mesmo que a Klub Rádio fosse silenciada. A verdadeira motivação do governo para tentar encerrar uma estação que, segundo Magyar Narancs, estava a dizer a verdade em vez de divulgar propaganda governamental, era que o governo queria demonstrar o seu poder e lembrar à Klub Rádio os “limites da reserva” dentro dos quais pode operar.

Fonte: Budapost Hungarian Press Review

Budapost Hungarian Press Review

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade