Hungria: Governo aprova 6 novas medidas de relançamento da economia

por LMn | MTI

O governo aceitou seis novas propostas do conselho operativo responsável pelo relançamento da economia húngara, quatro das quais visam tornar a distribuição de recursos mais eficiente e duas melhorar as infra-estruturas, disse na quarta-feira o ministro dos negócios estrangeiros e comércio, que dirige o conselho operativo.

O governo aprovou o lançamento de um programa do Banco Húngaro de Desenvolvimento (MFB) para apoiar os desenvolvimentos na indústria da construção que melhoram a sua eficiência, disse Péter Szijjártó.

Aprovou também uma expansão de mais de 200 mil milhões de forints (554,7 milhões de euros) do balanço do MFB com o objectivo de tornar as suas condições de empréstimo mais flexíveis, acrescentou.

O âmbito das atividades de avalista da MFB foi alargado, e o mutuante poderá agora liquidar as suas transacções de capital de risco com a Autoridade da Concorrência (GVH) retroativamente, disse Szijjártó.

O governo aprovou atualizações de infra-estruturas no parque industrial em Szikszo, nordeste da Hungria, para tornar a região mais atractiva para os investidores, disse Szijjártó.

Foram também aprovadas as medidas para o desenvolvimentos para outros quatro parques industriais em comunicação, electrónica, energia e abastecimento de água, num total de 100 mil milhões de forints, para assegurar um ambiente ideal para futuros investidores o mais rapidamente possível, afirmou o ministro.

Fonte: MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade