Hungria é o país da UE com pessoas com mais excesso de peso

por LMn

Metade da população da União Europeia tinha excesso de peso em 2019, e a Hungria também não está a melhorar as estatísticas.

fazer as estatísticas, foi utilizado o índice IMC, que mostra a relação entre a altura e o peso. De 18,5 a 24,99 é o resultado típico. Os números abaixo de 18,5 mostram que a pessoa está abaixo do peso e acima de 24,99 indicam que a pessoa está acima do peso.

Na Europa, 51,3 % das pessoas têm excesso de peso. – escreve 24.hu. Os países onde a população tem mais excesso de peso, são Malta, Croácia, República Checa, Hungria, Eslováquia e Polónia. Em Itália, a proporção de pessoas com excesso de peso é a mais baixa.

Na Hungria, 2,7% das pessoas são consideradas com peso inferior ao normal. Um pouco mais de um terço da população tem um índice de IMC normal, outro terço tem excesso de peso, e aproximadamente um quarto da população está gravemente acima do peso. 40% dos homens estão acima do peso, e mais de 25% dos homens estão gravemente acima do peso.
O número de mulheres com excesso de peso é inferior; 52,1% em comparação com os 65,2% de homens com excesso de peso.

Quase 63% das pessoas entre os 18 e 24 anos de idade têm um índice de IMC normal. As pessoas que não terminaram mais de 10 classes tendem a ter excesso de peso. Entre elas, o rácio é de 55%, principalmente devido ao facto de não terem condições para ter uma dieta saudável.

“Em 2021, a Hungria classificou-se em primeiro lugar na UE em termos de obesidade e está no 4º lugar no mundo. Durante a pandemia, os húngaros ganharam uma média de 3-5 quilos de peso”. – escreve novekedes.hu.

Fonte24.hu/novekedes.hu

Artigo publicado em DailyNewsHungary

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade