Hungria discorda da decisão do Tribunal Penal Internacional – Israel

por LMn

Hungria discorda da decisão do Tribunal Penal Internacional – Israel

A Hungria discorda da decisão do Tribunal Penal Internacional aprovada na sexta-feira passada que considerou que o tribunal tem jurisdição sobre Gaza e a Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, disse nesta terça-feira o Ministro dos Negócios Estrangeiros Péter Szijjártó.

Szijjártó disse no Facebook que tinha consultado sobre o assunto com o seu homólogo israelita Gabi Ashkenazi pelo telefone. Acrescentou que o governo húngaro já tinha indicado durante o procedimento que acreditava que a Palestina não tinha jurisdição para processar os cidadãos israelitas. “Sempre apoiámos o direito de Israel à autodefesa e acreditamos que a paz na região só pode resultar de conversações baseadas no respeito mútuo”.

Szijjártó disse, acrescentando que “a decisão do Tribunal Penal Internacional não aproxima as partes da discussão “. A Câmara de Pré-Julgamento do TPI com sede em Haia decidiu na sexta-feira passada que a jurisdição territorial do tribunal se estende aos territórios palestinianos ocupados por Israel desde 1967, nomeadamente Gaza e Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental.

Fonte:  Página FB Péter Szijjártó.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade