Hungria: Défice do orçamento a 45% do plano anual revisto

por LMn | MTI

O défice das administrações públicas baseadas no fluxo de caixa, excluindo as autarquias locais, atingiu 1.803,7 mil milhões de forints (5,09 mil milhões de euros) no final de Julho, devido às medidas de estímulo, decididas no decorrer deste ano, disse o Ministério das Finanças numa divulgação preliminar de dados nesta segunda-feira.

O governo de Orbán planeou inicialmente um défice de 1.491,2 mil milhões de forints para este ano (2,9% do PIB). Mas em maio, foi decidido aumentar para 3.990 mil milhões de forints (7,5% do PIB).

“Medidas recentes destinadas a apoiar investimentos, criação de emprego e famílias deixaram recursos significativos na economia”, disse o ministério.

“A fim de relançar a economia, este ano é necessário continuar a seguir políticas fiscais de apoio. Estimular ainda mais o crescimento já em curso também nos ajudará a alcançar um crescimento de 5,5% do PIB este ano”, acrescentou.

Entre as rubricas de despesas, o ministério registou despesas com o desenvolvimento rodoviário (172,9 mil milhões de forints), programas de transportes (123,1 mil milhões de forints), e apoio para impulsionar a competitividade (91,8 mil milhões de forints) exigida pela crise provocada pelo coronavírus.

Fonte: MTI

Crédito da foto: Tamás Kovács/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade