Hungria: Consulta Nacional sobre Coronavírus com quase 1,8 milhão de respostas

por LMn

Um total de 1.793.000 pessoas devolveram o questionário da Consulta Nacional do governo relacionado com as medidas sobre o coronavírus, disse este sábado Csaba Dömötör, Secretário de Estado do Gabinete do Primeiro Ministro.

A consulta é a segunda mais bem sucedida que o governo húngaro lançou, para atrair a opinião pública a participar no processo de decisão das medidas do governo, afirmou o Secretário de Estado. Dömötör, depois de agradecer aos participantes, acrescentou que “toda e qualquer resposta fortalece a nossa cooperação” para combater e acabar com a epidemia do nono coronavírus.

“Precisamos muito disso porque a segunda onda já aqui está. Devemos-nos preparar para uma luta prolongada contra o vírus e é bom saber quais são os pontos mais importantes com os quais os húngaros concordam”, disse Dömötör.

O primeiro-ministro Viktor Orbán anunciou o lançamento da consulta nacional em maio último para conhecer a opinião pública sobre uma série de questões relacionadas com a nova epidemia de coronavírus e medidas para o relançamento da economia, tendo para tal, sido enviado por correio, um questionário a todos os cidadãos adultos, pedindo sua opinião.

A oposição tem criticado este modelo de “democracia direta”, considerando-o uma mera ferramenta de propaganda do governo com obetivos politico-eleitoralistas. O Fidesz por sua vez responde, afirmando, que é um exercício inteligente e moderno de democracia.

 

Fonte: Hungary Today

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade