Hungria: Consulta Nacional – Grande maioria quer reabertura gradual

por LMn | MTI

Cerca de 88% dos que participaram na consulta nacional que perguntou aos húngaros sobre as suas opiniões acerca da reabertura do país acredita que as restrições aplicadas devido a pandemia devem ser levantadas gradualmente, disse este sábado Csaba Dömötör, Secretário de Estado do Gabinete do PM.

Dömötör disse que apenas 12% dos inquiridos pensam que as restrições devem ser levantadas de uma só vez.

O Secretário de Estado  declarou  que o governo está a preparar um plano para reabrir o país com base nos resultados da consulta e ajustar o levantamento gradual das restrições ao número de pessoas que foram inoculadas contra o coronavírus.

“O Primeiro-Ministro está a consultar os pormenores da reabertura com especialistas húngaros e os primeiros-ministros dos países que estão à frente da Hungria no seu programa de vacinação”, acrescentou ele.

Dömötör disse que 65% dos inquiridos consideram que as pessoas que podem certificar a imunidade contra o Covid-19 devem ser isentas de algumas restrições, e 58% disseram que estas pessoas devem ser autorizadas a ir a eventos tais como concertos ou jogos desportivos.

Acrescentou que 79% concordam que apenas os estrangeiros que podem certificar a imunidade contra o Covid-19 devem ser autorizados a entrar no país até ao fim da pandemia.

Cerca de 74% dos inquiridos afirmam que a primeira restrição a ser levantada deveria ser o recolher obrigatório à noite, a partir das 8:00 da noite até às 5:00 da manhã.

Dömötör agradeceu às 528.000 pessoas que participaram na consulta nacional.

Fonte: MTI

Crédito da foto: Tibor Illyés/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade