Hungria: Certificado de imunidade para cumprir os requisitos da UE

por LMn | MTI

A versão digital do certificado de imunidade húngaro irá cumprir todos os regulamentos da União Europeia sobre certificados digitais Covid-19 até 15 de Junho, disse ontem o ministro-chefe de gabinete do primeiro-ministro.

Gergely Gulyás disse na conferência de imprensa semanal das quintas-feiras que o formato digital do cartão verde da UE estará disponível até 15 de Junho.

A versão digital do certificado húngaro, em conformidade com os regulamentos da UE, mostrará o tipo de vacina administrada e as datas em que foram administradas, acrescentou.

O ministro disse que o certificado de imunidade húngaro proporciona atualmente a maior liberdade da Europa porque foram feitos acordos com 11 países sobre a sua aceitação. Entretanto, a Roménia classificou a Hungria como um país da zona verde, afirmou.

Todas as vacinas utilizadas na Hungria são seguras.

Embora apresentem pequenas diferenças, todas as vacinas anti-coronavírus distribuídas na Hungria são seguras, e o governo apela a todos os húngaros para que se registem e aceitem uma vacina, disse Gergély Gulyás, acrescentando que dos quase 3,7 milhões de húngaros totalmente vacinados, mais de 8.100 contraíram Covid-19 e 524 deles morreram. Até agora, 54% dos húngaros foram vacinados.

Contando aqueles que ganharam imunidade ao se recuperarem da doença, a imunidade no país pode chegar aos 65-70%, disse.

A Hungria tem atualmente um excedente de todas as vacinas, e aqueles que se registam agora poderão ser inoculados num curto espaço de tempo.

Fonte: MTI
Crédito da foto:  www.szekesfehervar.hu

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade