Hungria: Caso Zsolt Petry. Encarregado de Negócios da Embaixada da Alemanha chamado ao Ministério dos Estrangeiros

por LMn | MTI

Levente Magyar, o Secretário de Estado do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comércio (KKM), chamou ao Ministério, com caráter de urgência, o Encarregado de Negócios da Embaixada da Alemanha em Budapeste. O tema da reunião foi o caso amplamente divulgado do despedimento de Zsolt Petry pelo seu clube, o Hertha de Berlim.

De acordo com a declaração escrita, o Secretário de Estado expressou a consternação do governo húngaro, que na Alemanha, qualquer pessoa pudesse enfrentar a situação de despedimento imediato, apenas por expressar os seus pontos de vista dentro do quadro legal.

A Alemanha, tal como a Hungria, tem experiência histórica directa da maior repressão de opinião, pelo que guardar o direito fundamental à liberdade de expressão é um dever moral comum. Qualquer que seja a base ideológica, a restrição da liberdade de expressão é inaceitável para os húngaros porque evoca um sistema contra o qual milhares dos nossos compatriotas deram as suas vidas – lê-se no comunicado.

A Alemanha continua a ser um parceiro-chave para a Hungria, com quem “discutiremos questões importantes do nosso futuro comum num espírito de honestidade”.

A equipa de futebol alemã Hertha BSC despediu o guarda-redes Zsolt Petry com efeito imediato devido às declarações do técnico de guarda redes de 54 anos sobre imigração e casamentos do mesmo sexo numa polémica entrevista ao diário pró-governamental Magyar Nemzet.

Fonte: MTI

Vide artigo LMN

Hertha despede técnico de guarda-redes húngaro por comentários homofóbicos e xenófobos

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade