Hungria: Budapeste paga mais impostos do que recebe de volta do orçamento central, diz o Presidente da Câmara

por LMn | MTI

A cidade de Budapeste paga mais impostos do que o apoio governamental que recebe, disse nesta segunda-feira no Facebook Gergely Karácsony, Presidente da Câmara de Budapeste, em resposta a parte do discurso do Primeiro-Ministro Viktor Orbán no parlamento, nesse mesmo dia, relativamente às finanças da cidade.

Os novos líderes municipais eleitos em Outubro de 2019 têm de pagar quase quatro vezes mais impostos municipais durante a epidemia de coronavírus do que os anteriores líderes da cidade, disse Karácsony. “A recuperação do país, incluindo Budapeste, não deve ser uma questão centrada numa guerra de números”, acrescentou ele.

O PM Viktor Orbán disse no parlamento relativamente às acusações de que o governo está “a sangrar os governos locais” que a conta de Budapeste apresentava 122 mil milhões de forints no final de Dezembro do ano passado. Orbán insistiu que 44% de todo o apoio governamental ou 3.000 mil miliões de forints foram para Budapeste no ano passado, contra 6-12% para algumas regiões das províncias húngaras.

Karácsony disse que, apesar da crise, não era o governo que apoiava o conselho metropolitano, mas o contrário. “Estamos a cumprir inúmeras tarefas públicas sem qualquer apoio central e estamos a pagar mais ao governo”, disse, e insistiu que Budapeste era um contribuinte líquido para o orçamento central.

Fonte: Budapeste: MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade