Hungria: Apesar da pandemia, o desenvolvimento do exército deve continuar

por LMn

O programa de desenvolvimento do exército húngaro deve continuar apesar da situação epidémica, a fim de garantir a segurança do país e da população, disse nesta quinta-feira o Ministro da Defesa, Tibor Benkő.

O exército contribui para os esforços de protecção contra a epidemia de coronavírus, com cerca de 1.400 soldados a ajudar no funcionamento de 29 hospitais e 93 outras instituições de saúde, disse o ministo à rádio pública Kossuth.

Os soldados realizam tarefas de desinfecção quando necessário e também ajudam a polícia na protecção das fronteiras, afirmou T. Benkő, tendo acrescentado que a pressão da migração está a aumentar nas fronteiras do sul, com um número crescente de migrantes a tentar entrar ilegalmente na Hungria.

Quando a Hungria aderiu à OTAN, assumiu o compromisso de participar em quadros de cooperação internacional, disse Benkő. Como parte disto, os soldados recebem formação sobre know-how e metodologia internacional.

Nos últimos anos, quase 1.000 oficiais participaram em vários programas de formação e educacionais internacionais para satisfazer os requisitos das suas posições, afirmou.

 

Fonte: MTI/Hungary Today

Crédito da Foto: Csaba Krizsán/MTI

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade