Hungria ameaça vetar novas sanções da UE contra a Rússia

por LMn | Lusa
image_pdfimage_print

A Hungria ameaçou hoje vetar um novo pacote de sanções da União Europeia contra a Rússia após a inclusão do principal banco húngaro numa lista de possíveis sancionados fornecida pela Ucrânia, através do ministro dos Assuntos Exteriores.

Na Suécia, onde participou numa reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, o governante húngaro deu conta de que aquele banco da Hungria consta de uma lista de organizações que apoiam a guerra russa na Ucrânia.

Péter Szijjártó considerou “escandaloso” que o banco OTP apareça na lista porque “não infringiu qualquer lei”.

A Comissão Europeia divulgou a proposta de um novo pacote de sanções contra a Rússia, o décimo primeiro, que visa impedir que organizações já sancionadas consigam contornar as medidas restritivas impostas.

Este pacote também inclui novas restrições comerciais que podem afetar as empresas húngaras.

O Alto Representante para a Política Externa da UE não quis responder ao ministro húngaro, argumentando que ainda não ouviu as suas declarações, mas afirmou que “não é segredo para ninguém” que a Hungria não acredita que as sanções são eficazes contra a Rússia.

A Agência Nacional para a Prevenção da Corrupção da Ucrânia incluiu, em maio, o banco OTP, o maior da Hungria e com uma presença significativa na Rússia, numa lista de patrocinadores da guerra.

CMP // JPS

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade