Grande problema na vizinhança: a Hungria assume o controlo de doentes de cuidados intensivos da Roménia

por admin

A Hungria irá receber 50 doentes que necessitam de cuidados sérios dos hospitais romenos, anunciou o Ministro dos Negócios Estrangeiros Péter Szijjártó. Os pacientes serão tomados a cargo por clínicas em Szeged e Debrecen.

A Roménia enfrenta sérios desafios em termos da situação epidémica, com um grande número de doentes graves, afirmou num vídeo publicado no Facebook o Ministro dos Negócios Estrangeiros Péter Szijjártó ,que tinha realizado muitas consultas com o Vice-Primeiro Ministro Hunor Kelemen e o Ministro da Saúde Attila Cseke sobre a assistência húngara.

Na semana passada, deu também favipiravir e ventiladores à Roménia, mas o governo romeno tinha um pedido maior: que a Hungria assumisse o controlo de doentes graves para cuidados intensivos, uma vez que os hospitais romenos estão muito sobrecarregados.

A Hungria decidiu receber mais de 50 pacientes de cuidados intensivos da Roménia, disse o ministro. Os pacientes serão tomados a cargo pelas clínicas de Szeged e Debrecen. Quanto aos pormenores técnicos, a parte húngara está em conversações com a parte romena. Será conhecido nos próximos dias quando os pacientes chegarem.

 

Fonte: Portfolio.hu

 

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade