Governo guineense reinstala semáforos em Bissau

por LMn | Lusa

O Governo da Guiné-Bissau vai reinstalar em Bissau os semáforos que deixaram de funcionar há vários anos, e futuramente nas capitais regionais do interior, disse hoje à Lusa o ministro dos Transportes e comunicações, Augusto Gomes.

Os primeiros semáforos na Guiné-Bissau foram colocados em 2010 na avenida Combatentes da Liberdade da Pátria, que liga o centro de Bissau ao aeroporto internacional Osvaldo Vieira, mas volvidos cerca de dois anos, todos acabaram derrubados pela ação dos condutores.

Até esta última segunda-feira, nenhum dos cerca oito postos com semáforos estavam de pé na capital guineense.

Através de uma parceria com uma empresa da Costa do Marfim, o Governo guineense pretende reinstalar os equipamentos e o ministro dos Transportes e Comunicações avisou que de agora em diante quem derrubar os semáforos pagará uma coima.

Para já, os semáforos foram recolocados no lugar conhecido como Chapa de Bissau, confluência que liga as várias zonas da capital guineense.

Praticamente todos os transportes públicos passam pela Chapa de Bissau para atingir os bairros periféricos.

Até serem todos destruídos pela ação dos condutores, os semáforos existiam perto do mercado do Bandim, na Chapa de Bissau, no bairro d’Ajuda com acesso ao bairro de Cuntum e ainda nos cruzamentos que levam aos bairros Militar e Quelelé.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade