Gastronomia e vinhos podem atrair turistas ao interior de Portugal

por LMn | Lusa
image_pdfimage_print

Portugal deve usar a gastronomia e o enoturismo para atrair britânicos a regiões do interior do país e fora da época do verão, afirmou hoje em Londres o secretário de Estado do Turismo, Nuno Fazenda.

“Portugal é muito forte ao nível do sol e da praia, mas é também igualmente forte na cultura, na gastronomia e nos vinhos”, afirmou à Agência Lusa, à margem do festival gastronómico Taste of London, onde Portugal está em destaque este ano.

O Turismo de Portugal fez uma parceria com o evento, que é visitado anualmente por 55.000 pessoas, para posicionar o país como um destino gastronómico.

Os visitantes do espaço ‘Flames of Portugal’ [Chamas de Portugal] vão poder assistir a demonstrações e participar em atividades interativas como aulas com cozinheiros portugueses e provas de vinhos.

Nuno Fazenda defendeu esta iniciativa como uma tentativa de diversificar a oferta turística e levar os britânicos para além de regiões mais populares, como o Algarve, Madeira ou Lisboa.

O objetivo é “não só consolidar o nosso crescimento turístico como também crescer em todo o território e ao longo de todo o ano”, acrescentou.

“Queremos puxar por aquilo que é a nossa cultura gastronómica, a nossa cultura vitivinícola, porque ela espalha-se por todo o país e com isso nós conseguimos captar o mercado do Reino Unido para conhecer outros territórios que ainda não conhece”, afirmou.

Segundo o secretário de Estado, alguns centros de enoturismo, como quintas e herdades, já estão a beneficiar desta aposta.

“Este primeiro quadrimestre de 2023 foi o melhor quadrimestre de sempre no turismo, incluindo do Reino Unido, e as regiões que mais cresceram foram precisamente duas regiões com forte tradição vinhateira, o caso do Alentejo e do Porto e Norte de Portugal”, vincou.

O pavilhão português ia ser visitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mas um atraso no voo levou ao cancelamento da deslocação, no âmbito de uma visita ao Reino Unido para celebrar os 650 anos da Aliança Luso-Britânica.

O Turismo de Portugal tem vindo a fazer parcerias com eventos públicos britânicos para aumentar a visibilidade do país, associando a gastronomia e enoturismo como fatores de interesse.

No ano passado participou no FT Weekend Festival, em Londres, organizado pelo jornal Financial Times e que mistura debates e palestras de escritores, cientistas, políticos ou artistas.

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade