Futebol Antigo! O Grande goleador Peyroteo em destaque na Hungria!

por LMn

Com o titulo  “Az elfeledett futballhős, akinek 5-6 gól meg sem kottyant egy meccsen”  –  “O esquecido herói do futebol, a quem não lhe era difícil marcar 5 – 6 golos num jogo”, o site 24.hu publicou este fim-de-semana um extenso artigo da autoria do jornalista Balázs Dajka.

Eis uma breve tradução/adaptação do artigo com o início e alguns destaques (abaixo, o original em húngaro pode ser lido ou consultado).

Cuidado, pode parecer uma pergunta simples demais: quem é o futebolista português que jogou no Sporting e ao longo da sua carreira marcou golos e mais golos, batendo recordes, um após o outro?

Lamento dizer, mas quem não hesitou em dizer que o seu nome é Cristiano Ronaldo, foi eliminado. A resposta correta é Fernando Peyroteo.

O quê? Como é que você nunca ouviu falar dele?!

No entanto, o Peyroteo, que parece ser totalmente desconhecido na Hungria, também se destaca na história do futebol português, que como se sabe,  é muito rico em atacantes de grande classe. Talvez chegue dizer que com 330 golos, Peyroteo é o maior goleador da Primeira Liga em Portugal, à frente, entre outros, de Eusébio, o lendário futebolista do Benfica, 7 vezes melhor marcador do campeonato português, com 319 golos.

Com efeito, Eusébio somou 319 golos em 313 jogos, e vendo estas estatísticas podemos e devemos aplaudir o feito de pé, mas Peyroteo não lhe fica atrás, pois marcou 330 golos em 197 partidas, o que significa uma média de 1,68 golos por jogo!

Ainda muito jovem, apenas com 19 anos, Peyroteo foi contratado pelo Sporting. Na época, o treinador era o húngaro József Szabó que como jogador tinha ganho pelo Ferencváros a Taça da Hungria e jogado seis vezes pela selecção húngara, e que sentiu que tinha encontrado em Peyroteo um diamante por polir.

Fernando Peyroteo formou com AlbanoAntónio Jesus CorreiaJosé Travassos e também Vasques, os famosos Cinco Violinos da equipa do Sporting Clube de Portugal.

Peyroteo, o quase desconhecido herói do futebol português, morreu em 1978, aos 60 anos, na sequência de um ataque cardíaco.

Crédito da foto: Stadium, junho 1944/Hemeroteca Digital Lisboa/Via Luzitán Művek/FB

Ler versão integral do artigo em húngaro:

 

Ver também https://pt.wikipedia.org/wiki/Peyroteo

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade