Fundo Húngaro-Português (East West – VC Fund) de 20 milhões de euros

por LMn

Nas relaçöes económicas entre a Hungria e Portugal, para além, até pela inerência das suas próprias funções, do papel importante, de ponte que cabe às agências públicas de promoção das exportações, negócios, turismo e captação de investimento estrangeiro, é sempre muito importante, que simultaneamente, hajam outros veículos e ferramentas, que apoiem as empresas de ambos os países, como é o caso do Fundo de Capital de Risco Húngaro-Português, EuVECA (European Venture Capital Fund).

O Fundo foi constituído em finais de 2017 e ainda recentemente, a sua importância foi destacada em Lisboa, por Péter Szijjártó, Ministro do Comércio Externo e Negócios Estrangeiros.

Entre os investidores do Fundo, da parte húngara, estão o banco público Eximbank, o Grupo OTP Bank e Grupo MOL (Petróleo e Gás).

Como tem feito desde a sua criação e durante os próximos anos, o Fundo, investirá em pequenas e médias empresas húngaras e portuguesas com potencial de crescimento para auxiliar a transformação digital dos setores público e privado por meio de suas ações, soluções e desenvolvimentos.

O Fundo cuja gestão é da responsabilidade da Alpac Capital, com escritórios em Lisboa e Budapeste, está registada e regulamentada pela autoridade de supervisão financeira portuguesa, SEC (CVMV).

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade