Fomos conhecer os segredos por detrás do peixe frito perfeito, na ementa natalícia dos húngaros

por LMn

O costume de comer peixe no Natal é generalizado em todos os países cristãos europeus. A sopa de peixe é um prato de Natal essencial para os húngaros e para os polacos, mas muitas pessoas também preparam peixe frito, conforme publicado no sokszinuvidek.24.hu.

O chef grego Argiro Barbarigou reuniu algumas regras de ouro que qualquer um pode seguir para colocar uma deliciosa fritada de peixe na mesa festiva.

Escolha cuidadosamente os seus ingredientes

Mesmo o primeiro passo é importante: escolher peixe fresco.  Se tiver um revestimento fino e viscoso, pode ter a certeza de estar a lidar com peixe fresco.

Recordar a regra dos terços

Antes de cozinhar, certifique-se de que o peixe está completamente seco por dentro e por fora, pois a humidade excessiva irá reduzir a temperatura do óleo. Pré-aqueça uma panela de ferro fundido de tamanho médio e baixe cuidadosamente o peixe para dentro do óleo, começando pelo lado que pretende ver na placa. Na frigideira, o óleo deve estar até um terço da espessura do peixe.

A temperatura do óleo é importante

Manter o óleo à temperatura certa pode fazer a diferença entre alimentos estaladiços e esponjosos. O óleo atinge a sua temperatura ideal a médio e alto calor. Observe o fundo da frigideira enquanto aquece, e assim que comece a acenar, o óleo atingiu a temperatura desejada. Se ainda não tiver a certeza, deixe cair uma pitada de farinha na frigideira e espere que o óleo comece a borbulhar.

Fritar vários peixes ao mesmo tempo

Como o peixe à temperatura ambiente faz com que o óleo perca temperatura, cozinhar um lote significa que o peixe absorve mais óleo e perde a sua crosta estaladiça. Também vale a pena certificar-se de que, uma vez cozinhado, se coloca em toalhas de papel absorvente e se seca suavemente ambos os lados para preservar a sua textura estaladiça. Nunca cobrir o peixe frito após ter sido cozinhado.

Virar apenas uma vez

Durante a cozedura, observar o peixe a mudar lentamente de cor até estar a meio do filete. Depois virá-lo e continuar a cozinhar. Se quiser uma textura estaladiça, não continue a virar o peixe, apenas uma vez. Fritar os dois lados de peixes mais pequenos durante cerca de três minutos.

Não poupar no tempero

Temperar ambos os lados do peixe (uma vez que o sal não é absorvido após a fritura) e regar o filete com óleo, sal e pimenta, temperando a gosto com cominhos ou rosmaninho.

Também poderá gostar de