Fenómeno (Novelas de um minuto) – István Örkény

por Henrique Delmar

Uma rolha de cortiça que não era diferente das demais (apelidava-se a si própria Sándor G. Hirt, mas o que significa um nome? Um nome não significa nada), caiu à água.

Durante algum tempo, como seria de esperar, flutuou na água, mas depois aconteceu algo de muito estranho. Lentamente começou a ir ao fundo, afundou-se pouco a pouco e nunca mais emergiu.

Não há explicação.

 

Tradução: Arnaldo Rivotti

In: https://orkeny-egypercesek.blogspot.com/2012/01/jelenseg.html

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade