Euro2020: UEFA pune Hungria por “comportamento discriminatório” dos adeptos

por LMn | Lusa

O Órgão de Ética e Disciplina de Controlo da UEFA (CEDB) decidiu hoje punir a Hungria com três jogos à porta fechada, pelo “comportamento discriminatório” dos seus adeptos nos jogos com Portugal, França e Alemanha no Euro2020 de futebol.

“O CEDB decidiu ordenar à Federação Húngara de Futebol que jogue os seus próximos três jogos das competições da UEFA como federação anfitriã à porta fechada, sendo o terceiro deles suspenso por um período de probatório de dois anos a contar da data da decisão, pelo comportamento discriminatório de seus apoiantes”, pode ler-se na nota publicada pela UEFA, na qual revela também ter punido a Federação magiar com a multa de 100 mil euros.

O organismo máximo que superintende o futebol europeu limita-se a acusar os adeptos húngaros de “comportamento discriminatório”, sem, porém, especificar qual, nos três jogos do Grupo F, frente a Portugal (0-3) e à França (1-1), em Budapeste, e frente à Alemanha (2-2), em Munique, disputados em 15, 19 e 23 de junho, respetivamente.

Além do castigo acima citado, a UEFA ordenou ainda à Federação húngara que exiba nas partidas acima mencionadas em que jogará como federação anfitriã, um ‘banner’ (mensagem publicitária na internet) com a inscrição “#EqualGame”, com o logotipo da UEFA nela inserida.

Esta decisão da CEDB aplica-se somente aos jogos das seleções nacionais nas competições organizadas pela UEFA e não às eliminatórias da zona europeia de qualificação para o Mundial2022, no Qatar, competição sob jurisdição da FIFA.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade