Governo húngaro apresenta estratégia de inteligência artificial

por LMn

A Hungria pretende aproveitar as possibilidades inerentes à evolução tecnológica e maximizar as oportunidades oferecidas pela inteligência artificial (IA), disse o Ministro da Inovação e Tecnologia. László Palkovics, na terça-feira, na Universidade de Debrecen, aquando da apresentação da estratégia de IA da Hungria.

A estratégia preparada com o envolvimento de mais de 250 organizações membras da “Coligação AI da Hungria” e mais de mil especialistas identifica as áreas prioritárias e projetos destacados, disse o Ministro. A sociedade e a economia húngara têm de se preparar com base nesta estratégia porque “a tecnologia já está aqui e devemos tentar utilizá-la”, acrescentou.

Palkovics destacou a participação da Hungria no desenvolvimento de veículos autónomos, dizendo que o país já alcançou muitos avanços nesta área, incluindo a construção de uma pista de testes, o lançamento de programas de educação AI e a implantação de um pólo de investigação.

Entre as áreas que “simplificam a nossa vida cotidiana”, citou as tarefas administrativas assumidas por tecnologia de IA e sua aplicação em robôs, correios, repartiçöes governamentais e serviços bancários para clientes. A IA também já está sendo usada, por exemplo, para controlar a irrigação na agricultura, acrescentou.

Apresentando a estratégia ao lado do Presidente da Coligação da AI, Roland Jakab, Palkovics disse: Espera-se que a IA acrescente 11-14% ao PIB da Hungria até 2030.

A estrutura organizacional da estratégia de IA incluirá a criação de uma Agência Nacional de Ativos de Dados (Navu) em Budapeste e a instalação de novos supercomputadores na Universidade de Debrecen para análise de dados.

Um Laboratório Nacional de IA foi criado e a Hungria quer usá-lo para se envolver em mais projetos de pesquisa globais no futuro, disse o Ministro Palkovics.

A Hungria aderiu a uma iniciativa finlandesa que tem como meta fazer com que pelo menos 10% da sociedade ganhe conhecimento sobre IA. Cerca de 100.000 pessoas receberão formação em novas tecnologias como parte do programa definido.

Jakab disse que os detalhes da estratégia estarão disponíveis no site ai.hungary.com

https://ai-hungary.com/

Fonte: Daily News

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade