Portugal: Estado tem 50 mil árvores para dar em oito dias. Saiba onde ir buscar as 10 que são suas

por LMn

Sob o lema “Restauro Florestal: o caminho para a recuperação e o bem-estar”, a iniciativa do ICNF comemora em 2021 o Dia Internacional das Florestas, que se assinala a 21 de março.

São 50.000 medronheiros, sobreiros, azinheiras, pinheiros mansos, alfarrobeiras, romãzeiras e carvalhos cerquinhos. A partir desta sexta-feira, 19 de março, e durante oito dias, até 26 de março, cada cidadão português vai poder recolher, gratuitamente, um máximo de 10 exemplares destas árvores autóctones produzidas nos viveiros do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas para plantar no seu jardim, na sua horta ou onde desejar.

Sob o lema “Restauro Florestal: o caminho para a recuperação e o bem-estar”, a iniciativa comemora o Dia Internacional das Florestas, que se assinala a 21 de março. Em 2021, o ICNF comemora esta data envolvendo todos os cidadãos, sejam ou não proprietários rurais, e a única obrigação é que façam a respetiva plantação das árvores oferecidas nas suas propriedades.

O que fazer para obter estas 10 árvores de espécies autóctones?

  • Inscrever-se para recolher as árvores através do contacto telefónico do local selecionado ou por email para ICNFsomosTODOSnos@icnf.pt;
  • Identificar-se nos locais de recolha no horário combinado;
  • Comprometer-se a remeter uma fotografia da plantação para ICNFsomosTODOSnos@icnf.pt;
  • Partilhar ou permitir a partilha das fotos com a hashtag #ICNFsomosTODOSnos. O ICNF fará a divulgação destas plantações nas suas redes sociais.

Quem se pode inscrever?

Podem recolher árvores para plantação os cidadãos maiores de 18 anos, bem como representantes de entidades privadas sem fins lucrativos, devidamente identificados.

No momento da inscrição é necessário indicar o nome do requerente, o local de recolha, o dia da recolha (nos dias úteis entre 19 e 26 de março) e se a recolha das árvores será realizada no período da manhã (9h00-13h00) ou da tarde (13h00-17h00);

Em que datas e onde serão distribuídas as árvores?

A distribuição será feita entre os dias 19 e 26 de março de 2021, nos postos de atendimento selecionados do ICNF, em todo o país.

A que está obrigado quem vai recolher as árvores de forma gratuita?

Quem se inscreve para ter acesso às árvores cedidas pelo ICNF assume o compromisso de promover a sua plantação no prazo máximo de uma semana após o levantamento das árvores.

Além disso, compromete-se a remeter ao ICNF no prazo de 48 horas após a plantação, as fotografias com a identificação da data e do local onde foi realizada essa plantação, para ICNFsomosTODOSnos@icnf.pt. São ainda convidados a partilhar nas redes sociais as fotografias e vídeos dessas plantações, recorrendo à identificação da publicação com a hashtag #ICNFsomosTODOSnos.

Que espécies estão disponíveis para recolha?

Medronheiros, sobreiros, azinheiras, pinheiros mansos, alfarrobeiras, romãzeiras e carvalhos cerquinhos.

Quantas árvores pode trazer cada pessoa?

Cada cidadão pode recolher um máximo de 10 exemplares. Os representantes de entidades privadas sem fins lucrativos podem levantar até um máximo de 50 exemplares.

Já os proprietários rurais, que tenham como objetivo a plantação em pequenas parcelas de terreno (com área não superior a 5.000 m2), desde que identifiquem a parcela a plantar, podem levantar até um máximo de 100 exemplares. Os levantamentos são sujeitos à existência de disponibilidade em cada local.

Quem assegura o transporte das árvores até ao local de plantação?

O transporte das árvores, a escolha do local e a obtenção da permissão para a plantação junto de quem de direito, é da inteira responsabilidade dos cidadãos que realizem a plantação, no respeito pela legislação em vigor.

Onde ficam os locais de recolha do ICNF onde se pode deslocar?

 

Bárbara Silva – eco.sapo.pt

 

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade