Entre Lisboa e Budapeste – Fotografia de Ricardo Hipólito e Poesia de Pedro Assis Coimbra (V)

por Pedro Assis Coimbra

Napalm rima com Vietnam

1. Eram vestígios de escamas viscosas da cobra
sintomas do agressor feitos víbora e serpente
das tetas pendentes e ressequidas da cabra
sem pingo de leite e a dormir da aguardente.

As flores livres nas raízes podres da terra
caíam abandonadas no perfume do napalm
bombas lançadas pelos pássaros brutos da guerra
sobre os braços e os olhos do povo do Vietnam.

Depois das ideias da renovação dos mastros
dos barcos afundados eu nem sei a claridade
que devo retirar aos dias dos textos mais antigos
metáfora que devo escrever para libertar a cidade.

Ao fundo do jardim sobre a mesa de pedra capitel
morrem viúvos sente-se o cheiro da dor na noite.
Junto à pressa as forças com os crisântemos de Brel
que chegam com a esperança do limão verde.

Disse adeus à luz da rua e não trouxe
Ho Chi Minh que ilumina as bruxas velhas
os fantasmas malditos da química desfolhante
pernas partidas de gafanhotos de almas negras.

2. Morreram 5 milhões de vietnamitas
a grande maioria civis inocentes.
Perdoar talvez esquecer nunca!

Nem que o Nobel da Paz Heinz aliás Henry
falcão da morte no Vietnam, Chile e Argentina.
se pinte de pombinha de oliveira branquinha.

Será por acaso que napalm rima com Vietnam?
Ou é a má-sorte amarela do agente laranja
e a exportação ilegal da democracia com bombas?

Cantava nua para mim quando linda se banhava
– a esperança é a última a morrer
porque insubmissa é imortal como a vida.
O pensamento e os sonhos que nos liberta.

3.“CREPÚSCULO

No rebolo dos montes a espada dos ventos se afia.
Um frio de lâmina atravessa a carne dos maciços.
Soa ao longe um sino … Apressa-te peregrino!
A criança recolhe o búfalo soprando a flauta.” Poema de Ho Chi Minh

 

In “Metáforas do que foi – Palavras do que não é” do livro “As Palavras Continuam”

https://pedroassiscoimbra.blogspot.com/

“Lisboa – Rua Norberto Araújo – Vista de Pátio” Foto de Ricardo Hipólito

https://www.facebook.com/ricardo.hipolito.716

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade