Empresários portugueses criam nova associação para melhorar economia portuguesa

por LMn

Grupo José de Mello, Sonae, Corticeira Amorim, Semapa ou Hovione são algumas das empresas portuguesas que pretendem criar uma associação que ajude Portugal a crescer.

Por Inês André Figueiredo

Mais de 40 empresários portugueses estão a criar uma nova associação que não pretende substituir qualquer outra, mas sim contribuir para melhorar as taxas de crescimento da economia portuguesa e para que se consiga uma melhor convergência com parceiros europeus. De acordo com o Negócios, Vasco de Mello, presidente do grupo José de Mello, vai assumir a liderança, ao lado Cláudia Azevedo, CEO da Sonae, e António Amorim, líder da Corticeira Amorim, como vice-presidentes.

Além destes nomes, e apesar de a direção ainda não estar fechada, sabe-se que João Castello Branco, da Semapa, Guy Villaz, da Hovione, e Nuno Amado, do Millenium BCP, também fazem parte da criação deste novo projeto.

A associação tem como principais objetivos a valorização e qualificação dos portugueses, o robustecimento do tecido empresarial, através da capitalização, a eliminação dos custos de contexto que consideram prejudiciais para a economia portuguesa, bem como a necessidade de repensar o papel do Estado.

No cerne da fundação desta associação está ainda, segundo a fonte ouvida pelo Negócios, a inexistência de um movimento empresarial em Portugal com este tipo de preocupações. O movimento pretende ser colaborativo, mas que também contribuir com ideias, influências e conhecimento em áreas estruturantes para o crescimento da economia do país.  Além de empresas portuguesas, haverá também espaço para sociedades com capital estrangeiro que estão há vários anos em Portugal.

Fonte: observador.pt

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade