Covid-19. Papa critica opositores ao uso da máscara: “Estão presos no seu pequeno mundo de interesses”

por LMn

Francisco aponta o dedo aos que protestam contra as medidas impostas para conter a propagação da pandemia. “Nunca se verá essas pessoas a protestar contra a morte de George Floyd”, disse.

O Papa criticou os protestos dos grupos que são contra o uso de máscara e a imposição de restrições para combater o novo coronavírus — e comparou-os com a “indignação saudável” vista nas manifestações contra o racismo depois da morte do norte-americano George Floyd.

Nos últimos meses, o Papa Francisco tem condenado o racismo, e quaisquer tipos de discriminações, nos seus discursos, nos seus livros e nas suas audiências públicas. Em Um Tempo para Mudar, obra a ser lançada a 2 de Dezembro, a gestão da pandemia é um tema central.

“Alguns grupos protestaram, recusando-se a manter a distância, marchando contra as restrições às viagens — como se as medidas que os governos devem impor para o bem do povo constituíssem algum tipo de ataque político à autonomia ou liberdade pessoal”, referiu no seu novo livro citado pelo The Guardian.

O chefe máximo da Igreja Católica disse ainda que muitos governos “hipotecaram” os seus cidadãos ao colocarem a economia antes da saúde pública. O livro Um Tempo para Mudar​ é derivado de conversas entre o Papa e o seu biógrafo britânico Austen Ivereigh.

 

LUSA

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade