Companhia aérea de Cabo Verde com terceiro avião antes de 15 de dezembro – ministro

por LMn | Lusa
image_pdfimage_print

A companhia aérea doméstica de Cabo Verde, TICV, vai ter uma terceira aeronave antes de 15 de dezembro, para responder ao aumento da procura, de 206 mil passageiros este ano, anunciou o ministro dos Transportes cabo-verdiano, Carlos Santos.

“Tenho informação que a TICV está a pensar trazer a terceira aeronave, estava previsto só a partir de 15 de dezembro, mas eles querem trazer já antes, precisamente para responder a esta procura”, precisou Carlos Santos, em resposta a perguntas dos deputados no parlamento.

O ministro disse que a companhia, maioritariamente detida pelo grupo angolano BestFly e participada pelo Estado cabo-verdiano, transportou 206 mil passageiros entre janeiro e outubro deste ano, mais do dobro dos 76 mil em igual período do ano passado.

“Significa que o fluxo de passageiros começa a aumentar e está a aumentar e muito bem, para benefício de todos nós”, salientou o também ministro do Turismo, afirmando que a preocupação do operador é responder ao aumento da procura.

“E estamos a trabalhar com a empresa para que a época alta deste inverno, de Natal e da passagem de ano, seja uma época tranquila”, perspetivou o membro do Governo.

Os voos domésticos em Cabo Verde – com quatro aeroportos internacionais e três aeródromos – eram operados desde 17 de maio de 2021 apenas pela angolana BestFly, em regime de concessão emergencial de seis meses atribuída pelo Governo cabo-verdiano.

A partir de 24 de outubro, a BestFly passou a operar apenas com a Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV, companhia que adquiriu em julho de 2021), terminando o regime de concessão emergencial.

O grupo angolano BestFly comprou há mais de um ano 70% do capital social da TICV aos espanhóis da Binter, ficando os restantes 30% com o Estado cabo-verdiano, e concentrou as ligações aéreas domésticas apenas na TICV, que não operava voos comerciais desde 16 de maio de 2021.

O mês de setembro foi condicionado pela avaria das duas aeronaves com que o grupo BestFly opera as ligações domésticas, o que obrigou ao cancelamento de vários voos.

RIPE (PVJ) // JH

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade