Campeã olímpica húngara de tiro desportivo sucumbiu à Covid-19

por LMn

Diána Igaly, campeã olímpica húngara de tiro desportivo e vice-presidente da Federação Húngara de Tiro, faleceu aos 56 anos de idade.

Igaly será recordada como uma das maiores esqueleto-atiradoras da Hungria de todos os tempos, tendo ganho várias medalhas de ouro em campeonatos nacionais, europeus e mundiais nas décadas de 80 e 90. Ganhou até ouro nos Jogos Olímpicos de 2004, realizados em Atenas.

Igaly em Budaörs, 9 de Abril de 2008. Foto de Imre Földi/MTI

Infelizmente, Igaly apanhou o coronavírus e teve de receber cuidados ventilatórios intensivos. Após uma longa e difícil batalha com o vírus, faleceu na quinta-feira à noite. László Sinka, secretário principal da Federação, partilhou a notícia ao 24.hu.

Ela perdeu esta partida. Aqui esteve entre nós na sua juventude, como vice-presidente da federação, como chefe do departamento de tiro aos pratos, e como uma grande entusiasta do tiro desportivo. “Os atiradores desportivos choram a sua perda”.

A Federação Húngara de Tiro com Armas de Fogo também publicou na sua página do Facebook recordando os feitos excecionais de Igaly.

Uma das lendas do desporto, tendo ganho o bronze nos Jogos Olímpicos de Sidney e o ouro em Atenas. Foi campeã mundial quatro vezes, campeã europeia seis vezes, e conseguiu chegar ao pódio em 32 competições internacionais. Foi atiradora desportiva do ano cinco vezes, e ganhou um prémio de realização vitalícia da Federação Húngara de Tiro em 2019.

As conquistas de Igaly não serão esquecidas.

 

Foto em destaque através da página Facebook da Federação Húngara de Tiro Desportivo.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade