Budapeste é a segunda cidade com vida mais barata para os reformados

por LMn

A Audley Villages investigou e revelou os países de todo o mundo cujos cidadãos são os melhores preparados para a reforma. Nesse estudo, Budapeste é a segunda entre as cidades com o estilo de vida mais barato para os reformados.

O estudo analisa uma variedade de items, incluindo a idade da reforma, as iniciativas governamentais de pensões e o grau de saúde dos 37 países da OCDE e das capitais, a fim de determinar quais as cidades e os seus cidadãos que estão mais preparados para a reforma. O promotor da “aldeia de luxo” da reforma revela como o planeamento da reforma varia em todo o mundo.

A fim de determinar qual a cidade que proporciona o estilo de vida mais barato para os reformados, o estudo tomou vários items, incluindo a percentagem de indivíduos que eram proprietários das suas casas, os preços dos imóveis por metro quadrado, juntamente com o custo de uma refeição de três pratos e de um clube de fitness em cada cidade.

Budapeste pontua consistentemente quando se trata do preço da propriedade, dos membros de um clube de fitness e do preço de uma refeição de três pratos – tornando-a a cidade mais barata quando se trata da vida na situação da pessoa na reforma.

91,7% dos indivíduos em Budapeste possuem a sua própria propriedade, o que ajuda a dar segurança financeira. Um casal gastará cerca de $38,98 para uma refeição fora e cerca de $83,24 para taxas mensais conjuntas do clube de fitness.

Foi utilizada uma variedade de métricas para determinar quais os cidadãos das cidades mais preparados para a reforma, incluindo o número médio de cidadãos com mais de 65 anos, os preços dos imóveis por metro quadrado e a percentagem do rendimento disponível do agregado familiar colocada na poupança.

Budapeste ficou no 18º lugar nos 20 principais países cujos cidadãos estão mais preparados para a reforma.

Esta classificação deve-se principalmente ao facto de a cidade ter uma percentagem superior à média do rendimento familiar investido na poupança, juntamente com preços imobiliários inferiores à média por metro quadrado a apenas 3.354,82 dólares.

A cidade também oferece custos inferiores à média de uma refeição de três pratos, bem como filiação a clubes de fitness mais baratos quando comparada com outros países do estudo.

Para ver o estudo completo  LINK.
Fonte: Press release/Daily News Hungary

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade