Brasil projeta colheita recorde de grãos de 263 milhões de toneladas em 2022

por LMn | Lusa

São Paulo, 08 jun 2022 (Lusa) – O Brasil aumentou a sua previsão de colheita de grãos deste ano para 263 milhões de toneladas, 3,8% a mais que a obtida em 2021 e que, se confirmada, será um novo recorde para o país.

No ano passado, o gigante sul-americano colheu 253,2 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas, 0,8% a menos que o recorde de 255,4 milhões de toneladas alcançado em 2020, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a entidade, milho, trigo e soja serão os produtos que impulsionarão a colheita deste ano, auxiliados pelas boas condições climáticas.

A produção de milho deve totalizar 112 milhões de toneladas, 27,6% a mais do que em 2021, a produção de trigo será de 8,9 milhões de toneladas, um aumento de 13,6% em relação a 2021, e a soja, principal produto de exportação do Brasil, será de 118,6 milhões de toneladas, 12,1% menor que no ano passado.

“A soja foi plantada na época certa, mas não choveu nos principais estados produtores em novembro, dezembro e janeiro. Isso afetou muito a produção”, explicou o gerente de agricultura do IBGE, Carlos Alfredo Guedes.

Apesar da queda, a soja continua sendo o produto mais importante do grupo, representando 45,1% do total.

Cálculos oficiais indicam que o arroz, o milho e a soja representam 91,7% do potencial de produção e respondem por 87,4% da área cultivada, que, segundo o IBGE, será de 72,3 milhões de hectares em 2022, 5,5% superior à área usada para colheitas no ano passado.

O setor agropecuário, um dos motores do Brasil, caiu 0,2% em 2021 face a 2020, devido ao mau tempo que atingiu os principais estados produtores do país.

CYR // LFS

Também poderá gostar de