1

Atletismo português com um recorde de 21.875 praticantes filiados

O atletismo português apresentou na última época um número recorde de atletas filiados, com 21.875 registos, superando pela segunda vez consecutiva o patamar dos 20 mil, anunciou a federação portuguesa da modalidade.

A época de 2022/23 também bateu o máximo de número de clubes filiados, que passa a ser de 670.

A primeira vez que foi superada a barreira dos 10 mil praticantes registados foi em 1994, com 10.271, pelo que se verifica mais do que a duplicação em quase 30 anos.

Face ao ano anterior, 2022, há um crescimento de 1.472. Nesse ano contaram-se 20.403 atletas, no que foi a primeira época com mais de 20 mil inscritos. A subida é de 7,21%.

Nestes números da época, 49,44 % dos filiados pertencem aos escalões de formação, 14,44% pertencem aos atletas seniores (incluindo os sub-23), com os veteranos a somarem 36,12%.

Dez associações regionais estão em claro crescimento, destacando-se a do Porto, pela primeira vez acima dos 3.036 registos (o anterior máximo era de 2.731, de 2022).

Lisboa tem agora 3.008 inscritos, a Madeira 1.952, Coimbra 1.568, Leiria 1.560, Algarve 1.228, Setúbal 1.152, Santarém 1.022, Viana do Castelo 637 e Évora 520.

No recorde de clubes filiados destacam-se, em termos de crescimento, Lisboa, que sobe de 67 para 76, Santarém, a crescer de 27 para 32, Coimbra, que passa de 48 para 50, e Viana do Castelo, que sobe de 24 para 27.

FB // AJO