A Turkish Cargo faz do Aeroporto de Budapeste seu hub da Europa Oriental

por LMn

A Turkish Cargo, uma das maiores companhias aéreas de cargo do mundo, anunciou o aumento da frequência dos seus voos dedicados na rota de Budapeste para quatro voos semanais na temporada de inverno, e vai abrir também os seus escritórios para o Leste Europeu na BUD Cargo City.

Isso aumentará ainda mais a importância internacional do BUD Cargo City, que se mostrou imune à pandemia. O hub de carga aérea desempenha um papel estratégico e indispensável para a economia nacional na região. O setor cargo é de importância estratégica, tanto para o Aeroporto de Budapeste, como para a economia nacional.

A operadora aeroportuária está, portanto, a trabalhar continuamente para garantir que o BUD Cargo City, seja entregue em janeiro, tornando-se a porta aérea do país para a Europa Central e Oriental. A instalação com uma área de aproximadamente 32.600 m2 e o pátio adjacente adequado para o manuseio de aeronaves código F oferecem um ambiente excelente para os parceiros do Aeroporto de Budapeste, que participam no manuseamento de carga aérea.

Isso é demonstrado pelo desempenho verificado neste ano; apesar da pandemia de coronavírus, o BUD Cargo City está a operar a plena capacidade em 2020, oferecendo todas as condições necessárias para a comunidade de carga, companhias aéreas, operadores terrestres, governo e  autoridades, tendo em conta as condições de segurança e profilaxia da pandemia.

O Aeroporto de Budapeste alcançou esta excelente performance em resultado das parcerias e cooperação, trabalhando em conjunto com seus inúmeros parceiros de longo prazo e com novas companhias aéreas de carga.

Os voos operam na rota Istambul-Budapeste-Istambul, permitindo que cargas baseadas em Budapeste acedam à maior rede de cargas do mundo através do hub da companhia aérea e criem aproximadamente 95 conexões de carga adicionais de Istambul.

“Estamos muito satisfeitos em receber esta decisão de nosso parceiro de excelência, Turkish Cargo, de estabelecer o seu escritório regional na capital húngara e de aumentar sua capacidade de carga para quatro por semana no aeroporto de Budapeste”. “Desejamos à Turkish Cargo muito sucesso para o futuro em Budapeste e também nos países da Europa Central ”, disse o Dr. Rolf Schnitzler, CEO do Aeroporto de Budapeste.

Apesar dos desafios globais causados ​​pela pandemia de coronavírus, o tráfego de carga no Aeroporto Internacional Ferenc Liszt está a operar de forma contínua e a desenvolver-se continuamente. O número de voos dedicados de carga aumentou 18% em 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

O tráfego de carga no Aeroporto de Budapeste permaneceu forte em 2020; o BUD Cargo City movimentou 107 076 toneladas de carga aérea de janeiro a outubro, o que é um bom resultado, mesmo em escala global. Enquanto o tráfego de carga estagnou quase completamente em alguns aeroportos, o aeroporto da capital húngara registou apenas uma redução de 10,3 por cento em relação ao ano passado, e o número de voos de carga aumentou 16,7%, para 5007 voos realizados em 2020.

Após a primeira onda pandémica do coronavírus, o BUD Cargo City preparou-se para as exigências sanitárias da segunda vaga, e iniciou os preparativos para fornecer as condições necessárias para o transporte e armazenamento da vacina. Um ambiente ideal e cooperação, com base na partilha de informações e um plano de ação detalhado, com o envolvimento de especialistas, garante que o Aeroporto de Budapeste esteja em condições de apoiar a Hungria e a região da Europa Central na luta contra a pandemia.

Fonte: www.bud.hu/https://dailynewshungary.com

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade