A sopa de ginjas que vai ao forno, mas que é servida gelada

por Arnaldo Rivotti

A sopa de ginja é um clássico absoluto na Hungria, por isso nem vale a pena experimentar muito com ela e transformá-la em algo inovador.

Trata-se apenas de encontrar uma solução para melhorar a sua consistência: a sopa apresenta-se na maioria dos casos aguada e um pouco magra demais, com pouco sabor a ginja e por vezes demasiado farinhenta.

A solução passa por assar e não cozinhar, muito embora cozinhar seja mais frequentemente o método preferido nas cozinhas húngaras, porque é mais rápido, mais eficiente e mais fácil.

Assar as ginjas no forno desenvolve um sabor muito mais aprofundado e característico, ao mesmo tempo que alcança a mesma textura que a cozedura.

Depois de irem ao forno as ginjas ficam bem tostadas, ligeiramente torradas, intensificando-se o seu sabor, libertando um pouco de sumo, tal como se tivessem sido cozinhadas.

Natas ácidas sim, farinha não

Adicionei quase todo os sabores clássicos (as ginjas foram aromatizadas com sumo de limão, mel, cravinho e canela), exceto um ingrediente. Nunca gostei de farinha em sopas de fruta porque por muito que se tente escondê-la, ainda se pode sentir a sua presença.

Por isso, acrescentei um pouco de natas ácidas à sopa, usei-a para aveludar e torná-la mais cremosa, e deixei a farinha completamente de fora. A consistência ficou suficientemente espessa, porque o fruto em puré não o diluía demasiado.

É uma boa ideia deixar algumas ginjas assadas de lado, para que não se transforme numa sopa de natas, mas sim numa sopa de cereja mais clássica. O resto da fruta é misturado com o sumo e o creme azedo, depois vai tudo para o frigorífico para arrefecer até ficar gelado.

Coloco sempre uma grande bola de gelado de baunilha no meio da sopa, para que fique deliciosamente cremosa.

 

Fotos e receita de Benedek Lakos

Original aqui

Sopa de Ginjas

A sopa de ginja é um clássico absoluto na Hungria, por isso nem vale a pena experimentar muito com ela e transformá-la em algo inovador. Atualidade A sopa de ginjas que vai ao forno, mas que é servida gelada European Imprimir
Pessoas: 4 Tempo de Preparação: Tempo de Confecção:
Nutrition facts: 200 calories 20 grams fat
Rating: 5.0/5
( 1 voted )

Ingredientes

  • 1 kg de ginjas
  • 4 colheres de sopa de mel
  • Sumo de 1/2 limão
  • 1 colher de chá de canela
  • 1 colher de chá de cravo-da-índia
  • 100 g de natas ácidas
  • Gelado de baunilha (para servir)

Instruções

  1. Lavar as ginjas, retirar os caroços colocá-las num tabuleiro para ir ao forno. Sobre o mel, esprema o sumo de limão e tempere com as especiarias. Colocar num forno pré-aquecido a 200°C e deixe cozer durante 20 minutos.
  2. Reservar 1/3 das cerejas assadas fora do prato e colocar o resto num liquidificador com o sumo e processar até ficar cremoso.
  3. Acrescentar as natas ácidas e misturar até ficar aveludado.
  4. Adicionar as cerejas inteiras restantes com o sumo cremoso e refrigerar até estarem completamente geladas. Servir a sopa de ginjas fria com gelado de baunilha.

Temperatura do forno: 200 °C

Tempo de forno: 20 minutos

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade