A importância de beneficiar, recuperar e rearborizar a floresta na Hungria

por LMn | MTI

Aumentar a área florestal com plantas que produzem madeira e preservar as florestas existentes contribuirá significativamente para mitigar os efeitos das alterações climáticas, disse hoje, o Ministro da Agricultura István Nagy.

O líder do ministério recordou que os silvicultores húngaros já solicitaram o estabelecimento de mais de 40.000 hectares de novas florestas e plantações de árvores desde que o Programa Nacional de Arborização foi anunciado em 2019. No âmbito dos programas modelo de florestação nas empresas florestais estatais, foram plantados 554 hectares de floresta em 2019/2020 e 683 hectares em 2020/2021. Mais de 3 milhões de mudas foram plantadas como parte do programa de incentivos.

István Nagy também assinalou que 36.000 árvores serão plantadas em 1.362 povoamentos entre 2020 e 2022, como parte do programa de florestação. Os municípios utilizavam mais frequentemente as árvores para sombrear parques infantis, campos desportivos ou para embelezar parques escolares e infantários. Na maioria dos casos, os municípios plantaram as árvores como parte de um evento comunitário envolvendo jovens, promovendo assim também a educação ambiental.

O ministro salientou ainda que entre 2017 e 2022, serão publicados mais de 160 planos de conservação Natura 2000. Os planos, elaborados por agricultores e organizações de gestão florestal e de conservação da natureza, permitirão a gestão natural de cerca de 450.000 hectares de floresta Natura 2000.

Salientou que nos últimos dez anos, as empresas florestais estatais forneceram cerca de 1,2 milhões de metros cúbicos de lenha aos municípios participantes na iniciativa através do programa de combustível social. O trabalho previsível do grupo estatal tornou assim possível ajudar as pessoas mais carenciadas durante toda a estação de aquecimento de Inverno.

Ele explicou que as explorações florestais gerem e operam uma das maiores infraestruturas de ecoturismo do país, com quase 27 mil milhões de HUF de investimentos florestais desde 2010. Graças a estes investimentos, o grupo construiu 52 novos miradouros, 40 instalações de alojamento florestal, 17 centros de visitantes e 11 escolas florestais, e renovou cerca de 150 instalações. As empresas florestais gastam mais de 4 mil milhões de HUF por ano na operação e manutenção de infraestruturas turísticas, disse o Ministro.

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade