A Hungria vai substituir o forint pelo EURO?

por LMn | MTI

O Banco Nacional da Hungria observa o compromisso da Hungria em 2004 de introduzir a moeda europeia, mas tal passo só deve ser tomado se puder ser feito “com segurança e sucesso”, disse o governador do NBH György Matolcsy num artigo publicado na edição online do diário Magyar Nemzet.

Relativamente ao “dilema” de eliminar o forint e introduzir o euro, Matolcsy disse que a recente crise poderia ser “gerida melhor” com a moeda nacional, e argumentou que a recessão de 2020 na Hungria não tinha sido tão grave como nos países da zona euro, enquanto a economia húngara se manteve próxima da média europeia durante a crise.

Acrescentou que o processo de recuperação também foi mais rápido na Hungria do que em outros países. Matolcsy disse que o banco central tinha utilizado “ferramentas específicas” para lidar com a crise que a zona euro não tinha em vigor.

O governador insistiu que os primeiros 20 anos do euro tinham “trazido mais fracassos do que realizações”. Disse que a introdução do euro tinha beneficiado apenas a Alemanha e a Holanda, enquanto que tinha causado perdas em todos os outros países, e “fracassos históricos para os estados do sul”, acrescentando que “os que estavam fora da zona euro estavam muito melhor”.

“É um facto histórico que todos os países da zona euro já tinham atingido o seu nível de desenvolvimento no momento da adesão [à moeda comum], tornaram-se altamente desenvolvidos e ricos sem o euro. Não foi o euro que trouxe riqueza, mas sim a moeda nacional”.

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade