A Hungria ultrapassa a Eslováquia no PIB per capita pela primeira vez em 10 anos

por LMn

O PIB per capita ajustado ao poder de compra, desde 2010 tem sido maior na Eslováquia do que na Hungria. Ao longo dos últimos anos, a Hungria tem tentado recuperar o atraso e em 2019, finalmente, ultrapassou a Eslováquia.

De sublinhar que 2019 não foi um mau ano económico. O PIB da União Europeia situou-se em cerca de 13 900 mil milhões de euros, 17% superior ao da década anterior. 2019 também foi um bom ano para a Hungria, pois tivemos um crescimento económico de 5% e o PIB per capita tem vindo a aumentar gradualmente. Foi neste ambiente de crescimento que a pandemia global atingiu o mundo e os números começaram a cair drasticamente.

Embora o PIB per capita na Hungria tenha aumentado, em 2019, era apenas metade do PIB per capita nos Estados-Membros mais ricos da UE, sublinha o semanário económico HVG com base nos dados estatísticos do Eurostat.

O Eurostat analisa as paridades de poder de compra e indicadores económicos relacionados, como PIB per capita, nível de consumo individual real per capita e índices de nível de preços dos países na União Europeia.

O PIB é um bom indicador do nível de atividade económica, mas o bem-estar material das famílias pode ser melhor descrito pelo Consumo Individual Real (AIC). A este respeito, infelizmente, a Hungria ainda terminou no final da lista em 2019 – no penúltimo lugar, segundo a Eurostat.

Países dos chamados Grupo (Quatro) de Visegrád são frequentemente comparados entre si para ver como evoluíram estes países na região.

Dos Quatro Visegrád, a República Checa produziu em 2019, destacadamente, o maior PIB per capita (com base em PPC-paridades de poder de compra). A seguir a República Checa surge a Hungria, o que não tem precedentes. A Hungria ultrapassou a Eslováquia pela primeira vez em dez anos. O PIB per capita (em PPC) na Eslováquia tem sido maior do que na Hungria desde 2010. A Hungria tem tentado recuperar o atraso ao longo dos últimos anos e, finalmente, em 2019, pela primeira vez, ultrapassou a Eslováquia.

Devido às restrições implementadas em todo o mundo em 2020 para desacelerar a rápida disseminação do COVID-19, o PIB tem caído acentuadamente em toda a UE. No segundo trimestre de 2020, o PIB da Hungria caiu 13,5% em comparação com o segundo trimestre de 2019. Foi a maior queda em toda a UE em um único trimestre. De recordar que no início de 2009 (após a grande crise económica de 2008), a queda do PIB foi “apenas” de 7 a 8%.

Fonte:  HVG

Ler mais

Print Friendly, PDF & Email

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade