100 szóban Budapest – Budapeste em 100 Palavras e Anna Keömley

por Fernando Lopes

100 szóban Budapest

Há ideias e iniciativas que pela sua originalidade e criatividade, mereciam e deviam ter o destaque merecido, ser notícia de primeira página. Em Budapeste vai já na 7ª edição, o concurso ”100 szóban Budapest” (Budapeste em 100 Palavras). A vencedora do concurso do ano 2019 foi Anna Keömley, com a história Tradição. A ilustração é da autoria de Zsanna Zsuffa.

E o mais curioso é que a ideia nasceu no Chile, em Santiago* e dali voou até Budapeste. As boas ideias e as melhores práticas não têm fronteiras e ainda bem que assim é. Que o exemplo se multiplique.

Budapeste é uma cidade com mil faces. Muitas pessoas, húngaros e estrangeiros, tentaram decifrar o que a torna tão única, às vezes parece que é difícil expressar em palavras a sua essência.

Desde 2014, a Mindspace tem-se esforçado para tentar suprimir essa lacuna com o concurso das “100 palavras sobre Budapeste”. De sublinhar que esta iniciativa é muito mais do que uma simples construção da imagem da cidade, o objetivo principal dos organizadores é de ligar e aproximar a existência da vida e da realidade urbana com a escrita e a literatura e incentivar os moradores da cidade a escreverem.

Nos últimos 5 anos, milhares de pessoas enviaram as suas histórias em 100 palavras e desde o ano passado, graças ao POKET, as “100 histórias”, selecionadas e consideradas as mais emocionantes pelo júri, são publicadas em forma de livro.

“Este ano (2019), foram 1.600 as inscrições recebidas, 200 mais que no ano passado. A escolha do tema foi semelhante ao dos últimos anos. Muitas vezes as histórias contavam o amor, a Ilha Margarida e os grandes locais icónicos de Budapeste, mas muitos também escreveram sobre os sem abrigo – que, como uma fronteira – retrata bem a alma da cidade. Desta forma, também ficou comprovado que muitas pessoas estão interessadas no assunto. ” – resumiu em 100 palavras as experiências relacionadas com o concurso de 2019, Cili Varga, coordenadora do projeto.

As inscrições para 2020 ”100 szóban Budapest” estão abertas até 30 de setembro  https://budapest.in100words.eu/hu?fbclid=IwAR0oxjX2N_I5nrJNUKbeLcS3oBOzpYU1PTIfuMj55HftWpJPm4AYZAsyAZo

*A ideia do concurso surgiu a partir de um concurso denominado “Santiago en 100 palabras”. Em 2001, em Santiago do Chile.  Plagio, Minera Escondida e o Metro de Santiago juntaram-se para lançar um concurso – escrever em 100 palavras algo relacionado com a cidade de Santiago. Com o passar dos anos, a iniciativa tornou-se um dos concursos literários mais importantes no Chile. https://www.santiagoen100palabras.cl/web/

Finalmente de referir que no próximo dia 27 de setembro em Budapeste, haverá uma sessão de leitura da  segunda novela de Anna Keömley, “Pezsgő és Kanapé” (Champanhe e Sofá) no Bereg Embassy Bar & Café.

 

Fonte: 100 szóban Budapest, AbsolutBudapest e

https://absolutbudapest.blog.hu/2019/10/15/van_egy_jo_sztorid_100_szoban_budapest?fbclid=IwAR0oxjX2N_I5nrJNUKbeLcS3oBOzpYU1PTIfuMj55HftWpJPm4AYZAsyAZo

https://www.facebook.com/Ke%C3%B6mley-Anna-novell%C3%A1k-542257419152182

Também poderá gostar de

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Aceitar Ler Mais

Privacidade